ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O conteúdo desta página só pode ser visualizado na vertical!


imagem
Revista PORT.COM • 21-Fev-2017
Portugal pode ajudar a China a conhecer países africanos lusófonos



Hoje decorre, em Lisboa, a conferência 'Uma Ponte na Relação Económica entre a China e os Países de Língua Portuguesa'.

O antigo governador de Macau, Garcia Leandro, considera que Portugal pode ter um papel importante na ajuda que os chineses ainda precisam para conhecer melhor o mundo, principalmente os países africanos.

"A China não conhece bem o mundo e, portanto, tem de descobrir cada zona para onde vai, e sobre os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) há uma relação trilateral que é vantajosa para todos, porque há a possibilidade de haver uma intermediação e ajuda dos portugueses para colmatar essa dificuldade de conhecimento que a China tem sobre África", disse o general e presidente da Fundação Jorge Álvares.

Em declarações à Lusa no lançamento da conferência sobre as relações económicas entre os países de língua portuguesa e a China 'Uma Ponte na Relação Económica entre a China e os Países de Língua Portuguesa', que decorre hoje, em Lisboa, Garcia Leandro salientou as boas relações entre o gigante asiático e Portugal.

"A China tem uma relação próxima connosco há 400 anos, a transição de Macau correu bem, mantém-se a continuidade, mas no caso dos investimentos chineses em África, eles não os conhecem tão bem", porque "tem muitos quadros novos, mas com falta de conhecimento das regiões do mundo", acrescentou.

"Essa ajuda que Portugal pode dar já está a resultar, e o objetivo da conferência é trazer esse processo, que é feito a nível intergovernamental e interempresarial, para o conhecimento público", vincou o general, que foi também governador de Macau.

O tema do Financiamento e capitalização de empresas no espaço de língua portuguesa será debatido por um painel de especialistas do setor financeiro nos quais se incluem Pedro Reis (BCP), Pedro Correia (Santander) e Pedro de Oliveira Cardoso (BNU), contando ainda com a participação de Lingliang Xu (Fosun).

Por seu lado, as exportações, a internacionalização e os investimentos na relação China - PLP serão também abordadas numa intervenção, que encerra o painel da manhã, do presidente da AICEP, Miguel Frasquilho.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal, o segundo país da Europa com mais emigrantes
Daniel Bastos
Historiador
As Comunidades Portuguesas e os Municípios
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelas comunidades
Mercado Imobiliário: Algarve, destino de eleição para portugueses e franceses
Pedro Rosa
Consultor imobiliário
DISCURSO DIRETO
Viver no Dubai, uma experiência incomparável
Sónia Costa
EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
Como é ser um português recém-chegado a Nova Iorque
David Salgado
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
Depois de África e América, viver no Reino Unido
Tiago Oliva
REINO UNIDO
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ