ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O conteúdo desta página só pode ser visualizado na vertical!


imagem
Revista PORT.COM • 12-Mar-2017
Gonçalo Guedes, o novo ídolo dos portugueses em Paris



A extensa comunidade portuguesa que reside em Paris é um dos motivos que levou o futebolista a preferir a capital francesa a outras cidades europeias onde era muito desejado, como Manchester, Londres, Milão e Valência.

Desde que há dois anos começou a fazer os primeiros dribles e remates na liga portuguesa, o futuro de Gonçalo Guedes foi sendo apontado a várias cidades com poderosos clubes de futebol. Após muita especulação, na última abertura do mercado de transferências acabou por fazer as malas e deixar Lisboa rumo a Paris, a cidade estrangeira onde residem mais portugueses e lusodescendentes.

Numa das muitas solicitações por parte dos jornalistas franceses desde que chegou à Cidade-Luz, o reforço pelo qual o Paris Saint-Germain (PSG) pagou 30 milhões de euros ao Benfica, apontou motivos para ter aceite o convite do novo clube, em detrimento de emblemas como o Manchester United, Chelsea, AC Milan e Valência. Aos diversos aliciantes habitualmente oferecidos pelo tetracampeão francês, acrescentou um.

"Para um jogador jovem como eu, Paris foi a melhor opção. Sabia que me ia sentir mais em casa aqui do que em Inglaterra. O facto de existir uma grande comunidade portuguesa em Paris, e sentir o apoio desses portugueses, torna mais fácil a adaptação”, previu.

A resposta não tardou. Os representantes da Casa do Benfica em Paris, coletividade com mais de 300 associados, começaram a planear idas organizadas ao Parque dos Príncipes, de forma a ficarem localizados em pontos do estádio em que o apoio desta claque de benfiquistas fosse visível.

A adaptação tem sido gradual, como seria de esperar tendo em conta a juventude de um jogador de apenas 20 anos. No final de janeiro, ainda mal havia pousado as malas na nova cidade e recebeu logo a primeira prova de confiança atribuída pelo treinador Unai Emery, que o utilizou nos últimos minutos de um jogo contra o Mónaco.

Já estava em campo quando o compatriota Bernardo Silva fez o golo que valeu ao conjunto monegasco um valioso empate em solo parisiense. Gonçalo Guedes pode focar-se no amigo, com o qual dividiu balneário nos escalões jovens do Benfica, como exemplo de integração de sucesso no futebol francês. O internacional português que veste a camisola 10 do Mónaco foi eleito o melhor jogador da Ligue 1 no mês de janeiro.

Outra referência a ter em conta é Pedro Pauleta, o antigo recordista de golos da seleção portuguesa, que em 2010 foi eleito pelos adeptos parisienses como o melhor jogador de sempre do clube francês, no qual até à data já haviam passado nomes como Ronaldinho Gaúcho, Jay-Jay Okocha, Raí, Mauricio Pochettino ou Nicolas Anelka.

Em declarações ao site do PSG, Gonçalo Guedes afirmou o desejo de poder “um dia ser tão popular” como Pauleta. A caminho a percorrer é muito longo, até porque atualmente o PSG desfruta de um dos melhores plantéis do mundo do futebol, um facto que nem a recente goleada sofrida diante do Barcelona apaga.

Tornar-se num elemento influente junto a estrelas como Ángel Di María, Edinson Cavani e Blaise Matuidi certamente será um argumento de peso para que Gonçalo Guedes também conquiste um lugar cativo próximo de Cristiano Ronaldo, Nani e Adrien Silva.

Gonçalo Guedes já se estreou pela seleção principal, num jogo particular em que Portugal visitou e venceu o Luxemburgo, em novembro de 2015. A carreira do novo ícone da portugalidade em Paris parece destinada a conviver de perto com as comunidades portuguesas pelo mundo.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A Lei da Nacionalidade
José Cesário
Deputado do PSD eleito pelo círculo da emigração
As remessas dos emigrantes
Daniel Bastos
Historiador
Estudar em Inglaterra é (excessivamente) caro... Será que vale a pena?
Catarina Demony
Co-Autora do projeto Little Portugal
DISCURSO DIRETO
Um revés inesperado antes de chegar ao Reino Unido
Sérgio Fonseca
REINO UNIDO
Viver no Dubai, uma experiência incomparável
Sónia Costa
EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
Como é ser um português recém-chegado a Nova Iorque
David Salgado
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ