ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O conteúdo desta página só pode ser visualizado na vertical!


imagem
Revista PORT.COM • 20-Mar-2017
Porto supera Lisboa como distrito com maior procura imobiliária



Desde 2014, as intenções de compra no distrito do Porto aumentaram 17,5 pontos percentuais.

O distrito do Porto reúne, pela primeira vez, a maior fatia da procura imobiliária em Portugal. Em 2017, a procura neste distrito fixa-se em 39,6%, seguindo-se de Lisboa (23,1%) e de Faro (11,2%). Os dados foram revelados pela APEMIP, que também indicou que as intenções de compra no distrito do Porto aumentaram 17,5% desde 2014.

Para o Presidente da APEMIP, Luís Lima, estes números confirmam as suas previsões, e apesar de serem novidade, não surpreendem. “Há anos que digo que isto iria acontecer. Com a retoma do setor imobiliário, a procura focou-se numa primeira fase no distrito de Lisboa, e com tempo, tem vindo a deslocar-se para outros distritos, sendo que o do Porto é, neste momento, o que reúne a maior fatia da procura. O motivo central prende-se com a ausência de ativos e com o aumento dos preços de mercado em Lisboa, que fizeram com que as intenções de compra se dirigissem para o distrito do Porto, que ainda tem uma oferta de 39,6%, uma diferença considerável para o distrito de Lisboa, em que a oferta é de 10,1%. O mercado imobiliário é, de resto como os restantes negócios, motivado pela lei da oferta e da procura”, declara.

O representante das imobiliárias, acredita que no decorrer 2017, possa haver uma descentralização do investimento. “Hoje é o distrito do Porto que reúne o foco da procura, mas à medida que a oferta for diminuindo, a procura irá deslocar-se para outras regiões do País, promovendo uma maior descentralização do investimento imobiliário para locais que apresentam boas perspetivas de investimento. Neste momento, as mudanças no sector imobiliário ocorrem de forma muito rápida, uma vez que este é influenciado pelo stock existente em cada região” diz.

Luís Lima estima que em 2017 o mercado imobiliário português assista a um crescimento na ordem dos 30%.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal, o segundo país da Europa com mais emigrantes
Daniel Bastos
Historiador
As Comunidades Portuguesas e os Municípios
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelas comunidades
Mercado Imobiliário: Algarve, destino de eleição para portugueses e franceses
Pedro Rosa
Consultor imobiliário
DISCURSO DIRETO
Viver no Dubai, uma experiência incomparável
Sónia Costa
EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
Como é ser um português recém-chegado a Nova Iorque
David Salgado
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
Depois de África e América, viver no Reino Unido
Tiago Oliva
REINO UNIDO
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ