ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O conteúdo desta página só pode ser visualizado na vertical!


imagem
Revista PORT.COM • 30-Out-2016
Túmulo de Jesus exposto pela primeira vez



Investigadores retiraram a pedra de mármore que cobre a caverna onde Jesus Cristo terá sido sepultado após a crucificação.

Um grupo de cientistas da Universidade Nacional e Técnica de Atenas, com uma equipa da Sociedade National Geographic, está a analisar e a restaurar a Edícula da Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém, local onde Jesus foi sepultado depois de ser crucificado, segundo a fé cristã. O objetivo é perceber a forma original do local e reconstituir a história da transformação daquele espaço enquanto local sagrado.

O local está a ser alvo de um trabalho de restauro que implicou a remoção da pedra mármore que cobre a caverna desde, pelo menos, o ano de 1555.

“A pedra mármore que cobre o túmulo foi retirada e ficámos muito surpreendidos com a quantidade de material de enchimento que encontrámos”, confessou Fredrik Hiebert, arqueólogo residente da Sociedade National Geographic, parceira do projeto de restauro orçado em 3,6 milhões de euros, à revista.

A retirada da pedra constituía, segundo a responsável pela equipa, Antonia Moropoulou, um momento-chave para o restauro, sendo que todos os trabalhos estão a ser documentados de forma a que no futuro quem os venha a analisar se sinta como se estivesse no interior do túmulo.

O pedido dos cientistas foi aprovado pelas seis instituições religiosas que gerem o sítio: a Igreja Ortodoxa Grega, a Igreja Católica Romana, a Igreja Ortodoxa Arménia, os Ortodoxos etíopes e duas comunidades coptas – uma egípcia e outra síria. Estas instituições, que obedecem ao que foi regulamentado pelo acordo Status Quo, de 1852, esperam que a equipa de cientistas atenienses restaure o local depois de acabadas as investigações, em Março de 2017.

O alegado túmulo está situado no interior de uma edícula (pequeno templo), ela própria alvo de trabalhos entre 1808 e 1810 na sequência de um incêndio. Tanto o túmulo como a edícula estão agora a ser restaurados por uma equipa de cientistas da Universidade Técnica de Atenas, na Grécia, que já foi responsável pelo restauro da Acrópole, na capital grega, e da Basílica de Santa Sofia, em Istambul, Turquia.

Esta Igreja constitui um dos locais mais sagrados do cristianismo.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A Lei da Nacionalidade
José Cesário
Deputado do PSD eleito pelo círculo da emigração
As remessas dos emigrantes
Daniel Bastos
Historiador
Estudar em Inglaterra é (excessivamente) caro... Será que vale a pena?
Catarina Demony
Co-Autora do projeto Little Portugal
DISCURSO DIRETO
Um revés inesperado antes de chegar ao Reino Unido
Sérgio Fonseca
REINO UNIDO
Viver no Dubai, uma experiência incomparável
Sónia Costa
EMIRADOS ÁRABES UNIDOS
Como é ser um português recém-chegado a Nova Iorque
David Salgado
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ